Translate

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Pé Na Trilha: Avaliação da Mochila de Hidratação Kailash Race 8 Plus

Prontos para mais um episódio de Pé Na Trilha, a nossa seção de reviews de equipamentos?

Prontos ou não, lá vai mais uma avaliação:

Estabilidade.

Se você quiser definir a mochila de hidratação Kailash Race 8 Plus com apenas uma palavra, essa palavra é estabilidade.

Fui positivamente surpreendido ao provar essa mochila enquanto retirava meu kit para correr os 30km do Ultra Desafio Passa Quatro e fui praticamente "forçado"a comprar mais uma mochila de hidratação! rs

Como eu disse naquele relato, fiquei tão chocado com a forma como a mochila encaixou no meu corpo que não só fiz a loucura de comprar mais uma mochila, como fiz a loucura³ de testar a mochila logo na prova mais longa da minha carreira! Sem arrependimentos.

Como de costume, fiz questão de rodar horas e horas (quilômetros e quilômetros) com a mochila nas costas, enfrentando os mais variados desafios, para me certificar de que todos os cenários possíveis de uso seriam cobertos (treinos curtos, treinos longos, provas, deslocamento do trabalho para casa, etc.). Afinal, quando eu entro em um site procurando uma avaliação e opinião sobre determinado produto, gosto de saber que quem escreveu o texto entende exatamente minhas expectativas com relação ao produto. Ainda assim, se ficou alguma dúvida no ar, basta me perguntar ali nos comentários, Ok? ;-)

Mas vamos às fotos da danada!






Como vemos, trata-se de uma mochila bem compacta.
Visualmente, sua principal característica é a presença de um suporte para squeeze em cada uma das alças e a junção dessas - em velcro, em formato de "U"- na altura do peito. As alças possuem largas faixas refletivas, que são muito boas para provas ou treinos noturnos.

Notar faixas refletivas
Na parte traseira, destaca-se o formato de "funil", com a parte superior ligeiramente mais larga do que a inferior e com uma ampla abertura em zíper, que garante fácil acesso compartimento de carga da mochila.
Ao abrir esse zíper temos acesso ao bolso destinado ao reservatório d'água, que possui duas presilhas em velcro para segurar o reservatório, e também ao bolso principal.


Já com um reservatório d'água preso nas presilhas de velcro
O bolso preparado para receber o reservatório d'água é envolvido por finos arames (cabos de aço?) que, por sua vez, são ligados ao disco existente na alça esquerda da mochila.
Ao girar esse disco no sentido horário, comprime-se o reservatório d'água, evitando que este sacoleje livremente dentro da mochila. Assim você pode ajustar e prender o reservatório em movimento, conforme vai utilizando a água.
Para descomprimir basta puxar o botão e o próprio peso do reservatório irá afrouxar os arames.

Infelizmente a minha mochila veio com um pequeno defeito - e eu só fui reparar 2 semanas depois da compra, quando a Cris resolveu comprar uma mochila dessas para ela também.
Ao comparar a mochila dela com a minha constatei que a minha mochila estava constantemente 'comprimida', não permitindo a extensão total do compartimento de carga. (dá pra notar na foto abaixo que a mochila ficou meio "esmagada" nas costas, quase no formato de um nº8).
Depois de muito tatear as duas mochilas, notei que os cabos de aço da minha mochila estavam "embolados", impedindo que esta se acomodasse normalmente, então soltei todos os cabos e, aparentemente, a mochila voltou ao normal, embora eu tenha perdido um pouco a capacidade de comprimir o reservatório d'água.

Desconsidere que eu sou torto e repare apenas na mochila:
após soltar os 'nós' dos cabos de aço (esquerda) e antes de soltar os cabos (direita)


Detalhe do disco para compressão do reservatório
Não sei ao certo quantos litros de água eles dizem caber nas costas, mas na minha experiência, é possível utilizar um reservatório de no máximo 2L - desde que você não o preencha completamente. Até 1,5L está tudo bem. Mais do que isso e a mochila perde um pouco do conforto e estabilidade - além de perder capacidade de carga no bolso traseiro.

Por falar nisso, o compartimento de carga é bem diminuto, como era de se esperar pelo desenho da mochila. Contudo, mesmo com o reservatório de água cheio, é possível carregar nas costas uma jaqueta corta vento fininha, documentos e chaves ou outros objetos pequenos.

As costas da mochila possuem um fino revestimento aluminizado, a fim de evitar que a água esquente rapidamente em contato com as costas do corredor.
É algo interessante de se ter numa mochila dessas - principalmente por não fazer ruído algum, nem ocupar espaço - porém esse revestimento não faz milagres. Depois de 1h rodando sob o sol, sua água fatalmente estará morna. É a vida! rs

Ainda na parte das costas, a mochila conta com um elástico trançado, no qual você pode prender uma jaqueta impermeável (anorak) ou bastões de caminhada, por exemplo. Junto a esse elástico você irá encontrar duas tiras em velcro presas por fivelas plásticas.
A função mais plausível que encontrei para essas tiras com fivelas é para acoplar a Kailash Race 8 Plus à Pochete KTR. Se alguém tiver outra ideia, compartilhe conosco ali nos comentários!

Notar o bastão acoplado às costas (no estilo Tartaruga Ninja)

A mochila possui uma fita de ajuste em cada lateral e após ajustada é possível deixar a Race 8 Plus bem rente ao corpo.
Vale notar que essa fita lateral possui uma parte em material elástico, o que é excelente, já que evita que você tenha que afrouxar a regulagem da mochila para respirar fundo durante uma subida mais forte, por exemplo.

Voltando à parte da frente, cada um dos suportes para squeeze possui dois elásticos para prender as garrafas. Se você optar por não carregar garrafa alguma, esses bolsos são ideais para transportar alimentos e outros objetos que você possa querer à mão sem ter de tirar a mochila das costas (câmera fotográfica, celular, etc.).

Em um dos suportes de squeeze: gel, papinha, bananinha e um polenguinho

A mochila veio acompanhada ainda de um pequeno bolso destacável em material telado com fechamento em zíper. Este bolso pode ser preso na parte frontal da mochila por meio de 4 presilhas plásticas. Embora seja pequeno, esse bolso é bastante prático. E caso você não sinta utilidade do bolso em determinado momento, é super fácil de destacá-lo da mochila.

Em razão do desenho da mochila e do seu fechamento em velcro, não há nela aquele tradicional apito embutido na fivela peitoral. Para remediar isso, amarrei um apito num dos elásticos do suporte de garrafa.

Com bolso destacável no peito
Sem bolso destacável no peito
Novamente, comparando a minha mochila com a da Cris, reparei que minha mochila deve ser uma unidade de pré-produção, pois há vários detalhes de acabamento que são diferentes de uma mochila para a outra, tais como as faixas refletivas (mais finas na versão final), o zíper do bolso telado (com puxador em tecido na versão final, evitando barulho de metal batendo em metal), o material do costado da mochila (mais arejado na versão final), a fonte usada no logotipo e o próprio funcionamento do disco de compressão dos cabos de aço.




Contudo, foi triste reparar que talvez o material da versão final tenha saído mais fraco do que a versão da minha mochila... ou talvez tenha sido apenas azar... mas a verdade é que no segundo uso da mochila pela Cris o disco de compressão se soltou da alça da mochila! A costura rasgou e o disco ficou parcialmente pendurado! =/





Vamos ao veredito?

A Kailash Race 8 Plus é uma mochila pequena, leve, confortável e extremamente estável.
Na primeira vez que a usei eu brinquei que ela era tão estável que eu poderia até mesmo dar uma estrelinha que a mochila não iria se mexer. Bom, como eu gosto de dizer que testo a mochila em todos os cenários imagináveis, eu tive que dar uma estrelinha vestindo a mochila (com reservatório de água cheio e 1 squeeze cheio no peito) para provar meu ponto. Ponto provado. A mochila não se mexeu!

Estrelinha com direito a "quadradinho de 8", você vê aqui!
De fato, a mochila é tão estável que não há nela um só ponto de fricção com o corpo ou com a roupa. Suas camisetas só serão danificadas se você enroscar o velcro nela por acidente ao tirar ou colocar a mochila no corpo.

Como mochila de competição, consigo pensar em poucas mochilas tão boas. Ainda mais se considerarmos sua relação custo-benefício.
Os detalhes (como a preocupação em colocar um material elástico na região do peito, para facilitar a respiração), acabamento, praticidade e ergonomia da mochila são, provavelmente, fruto da parceria feita com os atletas do Kailash Team Neptunia para desenvolvimento conjunto da mochila.

Como mochila para provas que exigem autossuficiência, treinos longos autossuficientes, travessias ou para deslocamento ativo (Corrida Amiga), procure outra mochila, pois o compartimento de carga é bem pequeno e não vai carregar tudo o que você precisa. Além disso, a falta de bolsos de fácil acesso (ocasionada pelo desenho da mochila, que não conta com barrigueiras ou espaço livre nas alças, por exemplo) também pode prejudicar o uso para essas finalidades.

Em resumo, se você busca uma mochila pequena, prática, confortável e que não custe um rim, essa pode ser sua escolha!
Com relação à durabilidade, o tempo dirá se a etiquetinha "Made in China" (acho que é isso que está escrito na etiqueta... perdi a minha! rs) trará efeitos negativos ou não (e eu voltarei aqui para atualizar a avaliação sempre que perceber desgastes!).

Pense numa mochila estável... é essa!
Ficou com alguma dúvida ou tem alguma dica a compartilhar sobre a Kailash Race 8 Plus?
É só comentar aqui embaixo! ;-)

O quê? Ainda não era essa a mochila que você estava procurando? Dê uma olhada aqui e aqui!
___

P.S.: A Cris vai usar a mochila dela mais algumas vezes e virá aqui para acrescentar sua opinião sobre o equipamento. Mas, de início, basta dizer que pela "miudeza" de seu tronco as alças parecem que vão cair dos ombros (dá até pra reparar isso nas fotos acima)!

___
UPDATE (Junho 2016): A Kailash entrou em contato conosco, enviamos nossas mochilas para a oficina deles e os problemas relatados foram sanados ;-)

3 comentários:

Anônimo disse...

ela vem com a bolsa de hidratação? serviria para treinos de maratona? precisaria colocar além da água, barrinhas de proteina e rapadura, ela vai atender? Obrigado, FD

Gabriel C. disse...

Olá, FD.
Ela vem sem squeeze e sem reservatório de água. Se você usar o reservatório nas costas, os suportes de squeeze ficam livres e funcionam como bolsos pros alimentos. Cabe bastante coisa! E o bolso telado com zíper também pode ser usado para pequenos objetos (gel, paçoca, sal). Quanto a servir para treinos para maratona, depende do seu estilo e costume (quanta coisa costuma carregar, qto tempo leva seu treino, etc). Para mim serviu.
Abraço

Anônimo disse...

Obrigado pela resposta, FD