Translate

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Notas curtas: Neurótico, eu?!

Tenho uma planilha do Excel onde coloco cada prova que corri, a distância percorrida, o tempo gasto e o tênis utilizado. Em outra aba dessa planilha discrimino a quilometragem rodada com cada um dos meus pares de tênis. Numa terceira aba está o calendário de provas.



Além disso, meu histórico de exercícios no Endomondo (o aplicativo de GPS para celular que uso para registrar minhas provas e treinos - quando há sinal para celular) Garmin Connect mais parece um pequeno diário de adolescente de tanta informação (só faltam os papéis de bala grudados e meu nome assinado diversas vezes rsrs): ali estão incluídos os tênis usados, o clima/temperatura no dia, se estava chovendo, se usei algum tipo de equipamento novo, se tive alguma bolha, se doeu aqui ou acolá, sem contar as informações básicas (distância, pace médio, pace por volta, ganho de elevação e etc.).



Pode parecer uma neurose despropositada, mas consigo achar uma utilidade para cada uma dessas informações.

Apenas como exemplo, hoje estava me perguntando há quanto tempo essa maldita dor nas canelas vem me incomodando... abri minha planilha e o Endomondo e voilá: descobri que comecei a me queixar das dores em meados de setembro e em 25 de setembro foi quando o bicho realmente pegou.
Se eu quiser saber o tipo de tênis que estava usando quando senti o incômodo pela primeira vez, para tentar achar um bode expiatório para a minha dor, ou quiser saber o volume e intensidade de treino nas semanas que precederam a dor, é fácil. Está tudo na planilha!

Bom, ter as informações à mão é uma coisa. Interpretar essas informações e agir em conformidade com elas já é outro papo...

E você, também é um neurótico das planilhas ou o único registro que você mantém dos seus treinos e provas está relacionado ao eixo tempo/distância do GPS?

Nenhum comentário: